Compreende a região mais alta do município com o ponto culminante o Pico dos Pontões (1938 m de Altitude). E zona onde os cafeeiros se destacam como parte da beleza, entre montanhas, é suporte na economia municipal. Neste distrito nasce o Rio Muqui do Sul, Fazenda do Oriente - Córrego das Almas.

Na antiga freguesia de Nossa Senhora da Conceição, uma das prósperas vilas existentes no tempo da criação do município em 1890, os desbravadores se utilizavam do Ribeirão Barra-Alegre e do Rio Muqui do Sul para assentar residências na região montanhosa, de clima temperado e solo propicio à Agricultura.

Sabe-se que a Igreja Nossa Senhora da Conceição do Muqui foi inaugurada antes de 1868. Prestaram inestimável colaboração os irmãos João, Sabino, Antonio e Manuel Comes da Silveira, doando grande terreno para o patrimônio da igreja. Em torno do mesmo, firmou-se a vila, ainda no século passado. Destacaram-se outras famílias como os Almeidas, os Valins, os Batistas de Araújo e Cabral de Arruda.

Na Divisa Administrativa de 1911, Conceição do Muqui, pertencente a São Pedro do ltabapoana, já constava como Distrito. Uma nova corrente migratória começa nos anos vinte buscar, nosso município.

Sua maioria se identificou com a posição geográfica, o clima, e, incentivados pela cultura do café chegaram a Conceição do Muqui os italianos e seus filhos, que nas décadas de trinta e quarenta, com sorte, proporcionaram aos parentes, os quais estavam em outras regiões (do Espírito Santo: Nova Venécia e São Gabriel da Palha, e do Estado de Minas Gerais) o acolhimento, nas montanhas da ‘Terra Fria”.

Hoje, constatamos que comunidades inteiras deste ‘mágico distrito” são de descendência italiana que perderam muito dos caracteres das outras colônias do Espírito Santo. Isso porque estavam abertos à adaptação local, mas não perderam a fé e a religiosidade cristã, levando a oferecer à pequena Sede do Distrito, encostada em uma colina, a nova Igreja que se destaca perante outras, tanto na arquitetura quanto na imponência refletindo essa gente determinada que sabe o que quer.

Atualmente a descendência desses imigrantes continua presente em toda área deste distrito: Radael / Radaeli, Albiani, Massini, Landi, Simoni, Astolpho, Corrente, Carcabrini, Polinicola, Polati, Peruzíni, Pelicioni, Mauri, Mateini, Vizula, Puppim, Bernardes, Gualandí, Marques, Bertoque, Possi, Anequim, Mantovani, Bine, Mazza, Vicentini, Buqueroni, Santolini, Delabeneta, Morceli, Malavoti, Fávaris, Prúcoli, Villa, Billo, Bighi, Demartini, Silvestre, Cacholi, Benevenutti, Ramalho, Girondi, Delacqua, Murini / Morini, Padela, Oggioni, Pícoli entre outros.

Temos no setor urbano de Conceição do Muqui duas boas escolas: 1ª a 4ª séries Anatólia Pires” e 5ª a 8ª séries "Antonia Junger Poubel da Silva”.

Suas comunidades rurais são: Areia Branca, Reserva, Barro Branco, Santa Luzia, São Rafael. Bom Virá, Santana, Jacutinga, São Lourenço, Palmeirinha, Pontões, Alto Pontões, São Francisco, Muribeca, Oriente I e II, Estivado, Novo Brasil, Poço D’antas, Caracol, Taquaruçu, Pratinha e Retiro

 

Notícias
     
   
 

 

 

 

Conceição do Muqui

 

  Características Geográficas   
  Área:
População: 4.812 Habitantes
Altitude:

 
 Mapa Político